Skip to main content

Infelizmente, acidentes de trânsito podem ocorrer por diversas razões, incluindo a falta de sinalização adequada nas rodovias pedagiadas.

Se você chegou até aqui, imagino que tenha sofrido um acidente por falta de sinalização na rodovia pedagiada, teve danos no seu carro e quer descobrir se tem direito a uma indenizaçãocerto?

Esse problema é mais comum do que você imagina.

Olha só essa notícia:notícia sobre problemas de sinalização em rodovias brasileiras

O sentimento de indignação neste momento é muito grande.

Afinal, por um lado você paga valores altos de pedágio, mas, por outro, não tem segurança para dirigir, pois está exposto a riscos de acidente por falta de sinalização.

E se você foi mais uma vítima de acidente por falta de sinalização na rodovia pedagiada, saiba que sim: você pode ser indenizado pela situação que sofreu e por todos os gastos com o acidente.

Nesse texto, vou te explicar:

Falta de sinalização é perigoso

Além de ser muito comum, a falta de sinalização na rodovia é um problema perigoso para quem viaja.

Veja essa manchete:

notícia sobre falta de sinalização nas estradas

Pela minha experiência, já mapeei algumas causas comuns de acidente por falta de sinalização na rodovia pedagiada

  •  Ausência de placas de limite de velocidade ou até mesmo a visibilidade ruim das placas, isso tudo faz com o que o condutor não consiga avaliar o risco pelo trecho que está percorrendo.
  • Pintura das faixas centrais desgastadas ou até mesmo inexistentes, aumentando o risco de colisões frontais, por exemplo.
  • Acidente não sinalizado corretamente, causando outras colisões.
  • Obras realizadas na pista que não foram previamente sinalizadas ao condutor.
  • Além disso, falta de iluminação pela rodovia que dificulta o trajeto percorrido.

Esses são apenas alguns exemplos de falhas na sinalização da rodovia e que causam diversos acidentes.

Por isso, a sinalização adequada é extremamente importante para evitar que os usuários da rodovia sejam surpreendidos e acidentes aconteçam.

Além da falta de sinalização na rodovia, existem outras falhas da concessionária de pedágio que podem gerar acidentes.

Como eu consigo ser indenizado por um acidente que ocorreu devido à falta de sinalização na rodovia?

É isso que vou te explicar no próximo tópico.

Como buscar uma indenização pelo acidente por falta de sinalização na rodovia pedagiada?

Quando você sofre um acidente, é comum ficar preocupado sobre como recuperar os prejuízos.

Mas, fique tranquilo.

Se o acidente aconteceu em uma rodovia pedagiada, a concessionária de pedágio é responsável pela reparação dos danos que você sofreu.

Para buscar os seus direitos, você precisará comprovar duas coisas, basicamente:

1️⃣ o dano;

 2️⃣ a relação desse dano com a falha dos serviços da concessionária.

Para você entender melhor, vou te explicar passo a passo como funciona, até conseguir uma indenização.

Tentando resolver amigavelmente com a concessionária de pedágio

Em um primeiro momento você pode até tentar resolver pela via extrajudicial procurando a empresa responsável pela rodovia.

Mas, pela minha experiência, em situações assim, posso adiantar que será um pouco mais difícil, e o desgaste que você vai ter na busca incansável pela resolução do problema é uma realidade.

Quem já passou por uma situação semelhante sabe bem do que estou falando.

Mas você não pode deixar pra lá. 

Afinal, não pode ficar com esse prejuízo todo.

 Nem tudo está perdido, porque na justiça a conversa é outra.

Entrando com uma ação de indenização contra a concessionária de pedágio

A ação de indenização é uma medida judicial que busca uma compensação pelos danos que você sofreu no acidente.

Em um acidente por falta de sinalização na rodovia pedagiada, por exemplo, você tem o prejuízo do conserto do seu veículo e também pode ter sofrido um baita abalo emocional diante de toda a situação vivenciada.

Nesse caso, houve uma falha da concessionária de pedágio ao sinalizar a rodovia, e esta deverá ser responsabilizada por todos os danos.

É nesse momento que você pode pedir uma indenização na justiça.

Agora que você já sabe que resolver amigavelmente não é o caminho mais eficaz e que uma ação de indenização é a medida ideal para resolver esse problema, veja o que você pode conseguir na justiça: 

💰 Indenização por danos materiais 

A indenização por danos materiais inclui todos os gastos que você teve em virtude do acidente.

Por exemplo, as despesas com conserto do seu veículo, como peças trocadas, mão de obra na oficina, remoção por guincho e também gastos médicos.

A fixação dos danos materiais dependerá muito da extensão dos danos, e isso é comprovado pelo tamanho dos gastos que você teve para cobrir todos os prejuízos.

A Maria, por exemplo, sofreu um acidente por falta de sinalização na rodovia pedagiada e teve que desembolsar R$9.000,00 para consertar o seu carro.

É esse o valor que será mostrado ao juiz para justificar o pedido de indenização por danos materiais, juntamente com os comprovantes de pagamento.

Por isso é tão importante guardar as notas fiscais e comprovantes, pois são eles que irão comprovar o seu direito na ação de indenização.  

💰 Indenização por danos morais

O pedido dos danos morais poderá ser feito juntamente aos danos materiais que você acabou de ler. 

E aqui você não precisa ter um documento em mãos para pedir a reparação pelos danos causados.

A indenização pelos danos morais compreende a dor, sofrimento ou abalo psicológico que a situação lhe causou.

Por exemplo, você pode ter ficado sem o seu carro por horas e isso lhe impediu de realizar uma viagem importante do seu trabalho.

Ou até mesmo sofreu um ferimento grave que lhe impediu de permanecer com a sua rotina diária por alguns dias, semanas ou até meses.

São situações que mexem com a gente e podem configurar um dano moral. 

As condenações nesse tipo podem variar de acordo com a gravidade da situação.

Por isso não existe um valor mínimo e máximo.

Essas situações devem ser analisadas por um advogado especialista na área para que haja a fixação dos valores do pedido de acordo com os danos sofridos.

E mais, em alguns casos é feito somente o pedido dos danos morais, por isso é tão importante a análise por um profissional da área.

🗂 Documentos necessários para comprovar os danos

Em uma ação de indenização, as provas são essenciais para o sucesso do seu pedido.

Por isso, papel e caneta na mão para anotar:

  • Fotos do local do acidente (essa prova é importantíssima para comprovar a falta de sinalização no local);
  • Relação de todos os gastos com as notas fiscais dos serviços contratados;
  • Se precisou de atendimento médico, realização de exames, deslocamento com guincho ou situações similares, guarde esses comprovantes;
  • Boletim de ocorrência narrando todos os fatos.

Caso seja necessário a apresentação de outros documentos, isso deverá ser orientado pelo o seu advogado.

🎁 Bônus: conheça 3 casos de pessoas que sofreram acidente por falta de sinalização na rodovia pedagiada e o que elas ganharam na justiça

Você acabou de ler que a falta de sinalização na rodovia pode gerar acidentes.

Se isso aconteceu com você, já pode ficar mais tranquilo, pois sabe que existe solução e o passo a passo está disponível para você neste texto.

Agora, para que você não tenha mais dúvidas sobre os seus direitos, vou te mostrar 3 casos de pessoas que entraram na justiça e conseguiram ser indenizadas depois que sofreram danos.

Se você se encontra nessa situação, depois disso tenho certeza que irá buscar a ajuda de um advogado para fazer valer os seus direitos.

time sharing

Caso 1: má visualização da placa sinalizadora de pedestres

Nesse primeiro caso o acidente foi causado por má visualização de uma placa sinalizadora de pedestres e infelizmente a situação terminou com a morte da vítima.

Ao julgar esse triste caso, o juiz reconheceu a responsabilidade da concessionária da rodovia e estabeleceu uma indenização no valor de R$220.390,00 em favor dos herdeiros da vítima.

Caso 2: falta de sinalização de obras na rodovia

Nesse outro caso, o principal problema que deu causa ao acidente foi a falta de sinalização de obras que estavam sendo realizadas na pista.

O juiz entendeu nesse processo que a concessionária de pedágio deveria devolver os gastos com a perda do veículo, além da indenização pelos danos morais pela perda da filha.

Infelizmente a situação pode se agravar mais do que você imagina. 

Caso 3: circulando à esquerda da pista

Trago outro exemplo e nesse caso foi um acidente envolvendo uma motocicleta que circulava pela faixa de rolamento à esquerda da rodovia.

O motivo do acidente foi que a faixa estava totalmente comprometida por aterramento resultante de uma obra que estava sendo realizada.

Pelo acidente causado, a vítima precisou realizar alguns reparos em sua motocicleta e a indenização por danos materiais nesse caso foi de R$2.843,00.

Quanto aos danos morais, foi concedido o valor de R$7.000,00 pela gravidade do dano e para garantir mais atenção à segurança do local por parte da concessionária, principalmente pela ocorrência do acidente no período noturno.

Seja um consumidor respeitado e corra atrás dos seus direitos

Inúmeros acidentes são causados por falta de sinalização na rodovia.

No entanto, não é todo mundo que busca os seus direitos, pois acreditam que não vale a pena.

Mas agora você sabe que não é bem assim.

Afinal, consumidor informado é consumidor poderoso e você pode sim ser indenizado.

Com a orientação de um advogado que entende do assunto, você vai contar com a melhor estratégia para o seu caso e também saberá quais são as provas necessárias, aumentando as suas chances de conseguir uma boa indenização.

Não aceite situações de injustiças e lute pelos seus direitos.

E eu estou aqui para te ajudar com isso!

Se você gostou desse texto, vou te indicar outros que podem ser úteis também:

Acidente rodovia pedagiada

Leave a Reply