Skip to main content

Quando as contas apertam, qualquer solução que traga alívio financeiro é tentadora. 

Mas, olha, tem um perigo escondido aí. 

A oferta de redução das parcelas do consignado pode ser um golpe disfarçado de ajuda

Imagine: menos dinheiro para pagar todo mês, mais liberdade… soa bem, não é? Só que não é bem assim. 

Os golpistas usam o WhatsApp para oferecer essa ‘ajuda’ para os aposentados e servidores públicos, mas o que acontece é que, no final das contas, em vez de diminuir, você acaba contratando um novo empréstimo.

Desde o ano passado, a prática de golpes vem crescendo de forma assustadora nos empréstimos consignados, e o número de aposentados e servidores vítimas desses golpistas só aumenta:

notícia sobre golpes de redução de empréstimo consignado no WhatsApp

Já atendemos uma grande quantidade de servidores e aposentados que chegaram por aqui angustiados depois que foram vítimas desses criminosos.

Inclusive, criamos diversos conteúdos para alertar mais pessoas sobre o assunto.

E a falsa redução de empréstimo consignado é mais uma modalidade de golpe que está sendo dado por aí.

Quem utiliza empréstimos consignados precisa entender como essa falsa redução de consignado funciona para evitar cair no golpe.

Se isso aconteceu com você, está no lugar certo.

Fique até o final deste artigo, e vamos te ajudar a entender esse esquema e evitar cair nessa armadilha da falsa redução de consignado

Ou se você já foi uma vítima desses golpistas, te mostraremos dois casos práticos que mostram que é possível se livrar dessa cilada!

O que é a redução de empréstimo consignado?

A redução do empréstimo consignado, é aquela luz no fim do túnel.  

É uma proposta muito vantajosa para pagar um empréstimo com juros mais baixos, diminuindo a dívida que o consumidor já vem pagando pelo atual empréstimo consignado.

Convencido pelas taxas muito mais atrativas, o consumidor contrata um novo empréstimo com quantidade de parcelas e valores menores em comparação ao empréstimo atual.

O que é o golpe da falsa redução de empréstimo consignado?

Você deve estar se perguntando: se a proposta é de reduzir os juros do meu consignado, isso pode ajudar a resolver os meus problemas, então por que devo me preocupar?

Na prática, a solução dos problemas se transforma em um verdadeiro pesadelo.

O que era uma promessa de redução de juros, na verdade é um golpe para te enganar, te fazendo contratar um novo empréstimo consignado.

Como a falsa redução de consignado funciona?

  1. Primeiro, os golpistas chegam de mansinho, se fazendo passar por “consultor financeiro” de bancos, usando números que parecem 100% legítimos;
  2. Aí, jogam a isca: oferecem uma redução mágica na taxa de juros ou nas prestações do seu empréstimo consignado;
  3. Como o “consultor financeiro” se mostra confiável durante as negociações, o consumidor nem desconfia que está falando com um golpista;
  4. Feliz que terá a redução de juros, a vítima aceita a proposta e os golpistas a induzem a fazer a selfie no link enviado pelo whatsapp, para confirmar a redução do consignado;
  5. Porém, quando a vítima faz a selfie, na verdade está assinando um contrato de um novo empréstimo consignado;
  6. Algumas vezes, quando a vítima percebe que contratou um novo empréstimo consignado, busca resolver com o próprio consultor, que orienta a vítima a devolver o dinheiro ou por pix, ou pelo pagamento de um boleto;
  7. Essa devolução do dinheiro, na verdade, é a segunda parte do golpe, quando o valor é transferido para a conta do golpista, que se apropria do valor;
  8. Conclusão: a vítima, na verdade, acabou de ganhar uma nova dívida, às vezes, sem nem utilizar o dinheiro.

Quem são as pessoas envolvidas no golpe?

Certamente, você deve estar se perguntando sobre a identidade desses fraudadores que praticam o golpe de falsa redução de empréstimo consignado.

São nada mais, nada menos do que correspondentes bancários, mas se apresentam como funcionários ou consultores financeiros dos bancos.

Eles são pessoas vinculadas ao banco e por isso conseguem oferecer serviços bancários, como empréstimos e portabilidades para os aposentados, pensionistas e servidores públicos.

O que acontece é que pela falta de supervisão do banco, os correspondentes acabam agindo como golpistas, e com a intenção de praticar golpes contra servidores, aposentados e pensionistas causam danos aos consumidores.

Desta forma, aplicando o golpe da falsa redução de empréstimo consignado eles lucram por dois motivos:

  1. Com a porcentagem da contratação de novos empréstimos paga aos correspondentes bancários;
  2. Quando os consumidores percebem que houve a contratação de um novo empréstimo, os correspondentes propõem a devolução dos valores dos empréstimos para as suas contas. Assim o consumidor fica sem o dinheiro, e com o empréstimo para pagar.

passo a passo golpe do empréstimo consignado no whatsapp

Como os golpistas utilizam o WhatsApp para aplicar o golpe da falsa redução de consignado?

Vamos desvendar os detalhes de como esses malandros estão usando o WhatsApp para aplicar o golpe da falsa redução de consignado. 

O truque começa desde o primeiro contato, quando o fraudador se apresenta como um representante do banco e pede a confirmação de dados, alegando ser por motivos de segurança. 

Com esses dados em mãos, os caras fingem que estão fazendo a mágica da redução. Tudo isso pelo WhatsApp.

Essa abordagem inicial passa uma imagem de total segurança e confiabilidade para o consumidor.

Assim, o golpista começa a te cativar, tirando todas as suas dúvidas e apresentando uma proposta vantajosa para reduzir o seu consignado:

exemplo de golpe de redução de empréstimo consignado no WhatsApp

Como o Whatsapp é o meio mais rápido de encaminhar e responder mensagens diariamente, os golpistas exploram essa facilidade, contando que você estará disponível nesse canal de comunicação. 

Isso permite que eles executem o golpe de forma mais rápida e eficaz.

Pra ficar ainda mais real, quando notam alguma desconfiança do consumidor, eles chegam a usar documentos falsos com o logo do banco, e aí fica difícil diferenciar o golpe da coisa real.

Aí vem o golpe final: eles te enviam um link para assinatura no seu WhatsApp, te convencendo a fazer a selfie, dizendo que é para confirmar a redução do consignado

E pronto, é nessa hora que a vítima acaba assinando um novo contrato de empréstimo consignado.

Cuidado com o link enviado pelo WhatsApp!

Essa etapa é crucial para que o golpe aconteça.

Hoje em dia, as facilidades da tecnologia permitem que você assine documentos importantes através de uma selfie, ou melhor, uma foto capturada pelo seu próprio aparelho celular.

Por isso, quando o golpista preenche a proposta da redução do consignado com o banco, te envia um link, orientando a clicar, e obedecer os comandos do link:

exemplo de golpe de redução de empréstimo WhatsApp

O link é o endereço do site do banco, e ao clicar nele você será direcionado para uma página na internet.

Nesta página, você receberá instruções para fornecer algumas informações e será solicitado a tirar uma selfie, como forma de verificar que é realmente você quem está assinando.

A operação em si não é errada, mas o problema é que o documento que você assina é bem diferente da proposta que o golpista te mostrou. 

O correspondente te propôs a redução do consignado, mas o que fez foi preencher uma nova proposta de empréstimo consignado.

E pior, na maioria das vezes, o link que eles te mandam pra assinar não traz o contrato junto, então você não consegue ver e confirmar o que está assinando.

É apenas o link: clique, assine e pronto!

Mas a pegadinha é que, quando você percebe, o contrato assinado não tem nada a ver com a proposta original. 

Resumindo: em vez de concordar com a redução do empréstimo consignado que você já tem, acaba assinando sem querer um contrato para um empréstimo novo.

Como saber se eu cai no golpe da redução de empréstimo consignado?

Depois de aceitar a proposta, dê uma olhada nos extratos do seu contracheque e confira: 

  • Se o valor das parcelas diminuiu.

Se isso não aconteceu, faça a próxima checagem:

  • Se apareceu um novo empréstimo no seu benefício. 

Em caso afirmativo, cheque também a data da inclusão desse novo empréstimo no seu histórico de empréstimos. 

Se a data for a mesma, ou próxima à data em que você aceitou a proposta de redução, é provável que tenha sido vítima do golpe da falsa redução de consignado.

Se você quiser ficar por dentro sobre outros 4 golpes muito comuns de empréstimo consignado praticados por golpistas, temos uma boa referência aqui. 

O que fazer se fui vítima do golpe de redução de empréstimo consignado?

Mas calma, nem tudo está perdido!

Você pode recuperar os valores das parcelas descontadas e cancelar o empréstimo da falsa redução de consignado.

Por aqui, já demos dicas valiosas para você se proteger dos golpes de empréstimo consignado.

No entanto, podem te pegar desprevenido em algum momento e de repente você se vê com uma dívida a mais e ainda sem o dinheiro emprestado. 

De posse do seu extrato bancário e extrato de consignados, busque a orientação de um advogado especializado em direito do consumidor.

o que fazer se você foi vítima do golpe de redução de empréstimo consignado no whatsapp

É importante que você escolha um advogado especialista em golpes de consignado para que você tenha uma assistência mais eficaz e consiga resolver o seu problema.

Por aqui na Engel Advogados temos advogados especializados em golpes bancários, como esse.

Seu advogado de confiança pode te ajudar com a melhor estratégia para o seu caso para cancelar a falsa redução de empréstimo consignado através de uma ação na justiça. 

Os objetivos desta ação podem ser:

  • cancelamento do contrato de consignado com a suspensão das parcelas; e/ou
  • restituição de valores pagos; e
  • recebimento de danos morais. 

2 casos de sucesso em que a justiça aceitou as conversas de WhatsApp como prova do golpe

Veja como a justiça resolveu os casos de aposentados que foram vítimas do golpe da falsa redução do consignado praticado pelo Whatsapp.

Caso 1: Dona Alba

Podemos analisar o caso da Dona Alba, aposentada, que caiu no golpe da falsa redução do consignado, passando por essa trajetória:

  1. Recebeu uma oferta de redução de juros pelo WhatsApp
  2. Aceitou a oferta e acabou caindo no golpe da falsa redução do consignado
  3. Entrou com o processo e comprovou o golpe por meio do WhatsApp

Conclusão: Dona Alba vai ter o valor transferido de volta, além de ganhar indenização por danos morais.

caso de aposentada que conseguiu indenização golpe empréstimo consignado whatsapp

No caso, a Dona Alba recebeu uma oferta de redução do consignado que tinha com o banco.

A Dona Alba foi convencida pelo golpista, a acreditar que seria favorecida com a redução nas parcelas do consignado.

Por confiar que a proposta era vantajosa, acabou aceitando a oferta e, somente após ter transferido o valor para a conta indicada pelo correspondente, percebeu a contratação de novo empréstimo, não autorizado por ela.

Quando tentou cancelar a operação, repassou todo o saldo que “apareceu” em sua conta corrente, no valor de R$ 37.986,35, para o representante do banco.

Nesse caso, os advogados da Dona Alba entraram com uma ação pedindo a devolução corrigida do valor transferido para o golpista, além de indenização por danos morais.

Para isso, comprovaram através das conversas por meio do aplicativo whatsapp todo o golpe da falsa redução de consignado.

O TJSP entendeu que haviam provas das alegações da Dona Alba, pois as conversas do WhatsApp mostraram que a aposentada apenas seguiu as orientações do próprio representante do banco.

Por isso, deram ganho de causa à Dona Alba, determinando que o banco e a golpista devolvam todo o valor transferido corrigido e com juros, além de uma indenização por danos morais no valor de R$5.000,00.

PROCESSO: 1009537-27.2019.8.26.0005.

Caso 2: Seu Fernando

Agora, vamos analisar a jornada do seu Fernando, que também é aposentado e caiu no mesmo golpe da falsa redução de consignado.

  1. Recebeu uma oferta de redução de juros pelo WhatsApp
  2. Aceitou a oferta e acabou tendo a contratação de três novos empréstimos, caindo no golpe da falsa redução do consignado
  3. Entrou com o processo e comprovou o golpe por meio do WhatsApp

Conclusão: Seu Fernando conseguiu anular os três contratos de empréstimo consignado, a devolução em dobro de todos os valores descontados de seu benefício, além de ganhar indenização por danos morais.

caso de aposentado que conseguiu indenização golpe empréstimo consignado whatsapp

Ele também recebeu uma oferta de redução do consignado que tinha com o banco e, convencido das taxas mais atrativas, aceitou a oferta, transferindo para o “consultor financeiro” o valor de R$13.908,00.

Dias depois, descobriu que foram incluídos três novos empréstimos em seu benefício, os quais nunca solicitou.

Nesse caso, os advogados do Seu Fernando entraram com uma ação pedindo o cancelamento dos três empréstimos, a devolução corrigida do valor das parcelas descontadas, além de indenização por danos morais.

Para isso, comprovaram através das conversas por meio do aplicativo WhatsApp todo o golpe da falsa redução de consignado.

Assim como no caso do Seu Fernando, o TJSP entendeu que as conversas do WhatsApp feitas entre o Seu Fernando e a intermediadora, deixavam mais do que claro que:

  • O “consultor financeiro” é um correspondente bancário;
  • O Seu Fernando não reconhecia e não queria nenhum dos empréstimos; 
  • Tentou devolver os valores recebidos em sua conta desde quando constatou que estavam em sua conta corrente;
  • Pagou todos os boletos que foram encaminhados pela correspondente bancária supostamente para tal fim.

Por isso, a justiça mandou anular os três empréstimos da falsa redução do consignado, devolver em dobro os valores descontados, além de condenar o banco a pagar uma indenização por danos morais no valor de R$5.000,00 para o Seu Fernando.

PROCESSO 1011256-74.2021.8.26.0037.

Perguntas frequentes

Como se proteger do golpe da redução do empréstimo consignado pelo WhatsApp? 

Proteja-se verificando propostas diretamente com seu banco, evitando clicar em links suspeitos e transferir valores para a conta de terceiros.

Como saber se empréstimo consignado pelo WhatsApp é verdadeiro?

Se você receber um link pelo WhatsApp para fazer  reconhecimento facial, é possível que esteja confirmando o interesse em contratar um empréstimo. Mas se você não pediu nenhum empréstimo, fique atento e não assine nada.

Quais são os sinais de um golpe de redução de empréstimo consignado

Fique atento, às mensagens encaminhadas por números desconhecidos, propostas muito vantajosas e aos links enviados pelo whatsapp.

Como cancelar os descontos do empréstimo indevido? 

O primeiro passo é tentar resolver diretamente com a instituição financeira.

Caso o problema não seja solucionado, será necessário ajuizar uma ação judicial, provando que você foi vítima de um golpe para pedir o cancelamento dos descontos.

Uma conversa no WhatsApp pode ser usada como prova contra golpistas? 

Sim, os tribunais têm entendido que as conversas de WhatsApp, servem como prova do golpe sofrido, já que toda oferta de redução das parcelas foi realizada por este canal, sendo inclusive encaminhando o link para formalização do contrato por este meio.

Você também pode cancelar o seu empréstimo realizado por um golpista que ofereceu a redução de juros de consignado pelo WhatsApp

Assim como a Dona Alba e o Seu Fernando, você também pode resolver o seu problema de falsa redução de consignado oferecido pelo WhatsApp.

E o primeiro passo para que isso aconteça, é contratar um advogado especialista no assunto, que saiba exatamente o que fazer para te ajudar a se livrar dessa dívida.

Por aqui, há mais de 15 anos a Engel defende você das injustiças contra grandes instituições. Além disso, somos especialistas em resolver problemas relacionados a golpes bancários.

Não se conforme em pagar por algo que você não contratou. Vá atrás dos seus direitos e resolva o seu problema na justiça!

Receba orientação rápida e especializada

Conte com a gente para resolver seu problema com empréstimo consignado

josiane surdi golpe empréstimo

Inscreva-se em nosso blog

Acesse, em primeira mão, nossos principais posts diretamente em seu email

Leave a Reply